informe o texto

Notícias | Esporte

Palmeiras encerra negociação com Sampaoli. Luxemburgo ganha força

O clube informou que não chegou a um acordo financeiro e que por isso as conversas com o treinador argentino não seguirão adiante

14 Dez 2019 - 18:12 - Atualizada em 14 Dez 2019 - 18:19

MT 40 GRAUS

Palmeiras encerra negociação com Sampaoli. Luxemburgo ganha força

Foto: GETTY IMAGES


O Palmeiras anunciou neste sábado (14/12/2019) que encerrou as negociações com o técnico Jorge Sampaoli. O clube informou que não chegou a um acordo financeiro e que por isso as conversas com o treinador não seguirão adiante. O argentino era o nome preferido para comandar a equipe na próxima temporada, no lugar de Mano Menezes, demitido antes mesmo do término do Campeonato Brasileiro.

Sem Sampaoli, o Palmeiras vai ao mercado atrás de um novo treinador e dois nomes já estavam ganhando força antes mesmo do fim das negociações com o argentino. O mais cotado no momento é Vanderlei Luxemburgo, que na sexta-feira anunciou que não irá renovar com o Vasco. Outra opção bastante comentada no clube é o espanhol Miguel Ángel Ramírez, campeão da Copa Sul-Americana pelo Independiente Del Valle, do Equador.


LEIA TAMBÉM
Mundial de Clubes: saiba tudo sobre datas, times, onde assistirESPORTE
Mundial de Clubes: saiba tudo sobre
datas, times, onde assistir

 



Luxemburgo ainda é um nome que divide as opiniões no Palmeiras. Há quem o ame e quem o odeie e isso acontece, inclusive, entre membros da diretoria, algo que não ocorre com Ramírez. No caso do espanhol, a preocupação é com o conhecimento dele em relação ao futebol brasileiro e também pela dúvida se o estilo de jogo adotado pelo treinador se adaptaria ao elenco alviverde.

A negociação entre Sampaoli e Palmeiras se intensificou na última quinta-feira, quando representantes do clube se reuniram com o treinador em um hotel no Rio. Os dirigentes fizeram uma proposta, o técnico apresentou uma contraproposta e os palmeirenses decidiram não aceitar o valor, entendendo que seria um investimento muito elevado. O salário do treinador e sua comissão técnica ficaria na casa dos R$ 2 milhões mensais, além de bônus por metas alcançadas e a promessa de investimentos em reforços. O argentino também fez outras exigências que não foram aceitas pelos representantes do time alviverde.
Fonte: Metrópoles

 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet