informe o texto

Notícias | Brasil & Mundo

Coronavírus: homem que lambeu mercadorias é preso por terrorismo

Ele fez um vídeo questionando quem tinha medo de coronavírus. Imagens viralizaram e pessoas em vários países pediram a prisão dele

25 Mar 2020 - 12:48

MT 40 GRAUS

Coronavírus: homem que lambeu mercadorias é preso por terrorismo

Foto: REPRODUÇÃO


Um homem de 26 anos se filmou lambendo itens na prateleira de um supermercado, perguntando “quem tem medo de coronavírus?”, e acabou preso pela polícia, sob acusações de terrorismo. O caso ocorreu na Virgínia, nos Estados Unidos, em meio à pandemia de Covid-19.

O suspeito, identificado como Cody Pfister, gravou as imagens em uma unidade da rede Walmart no estado. Espectadores horrorizados em todo mundo fizeram denúncias à polícia, até mesmo no Reino Unido e na Holanda.

O departamento de polícia de Virginia confirmou que o suspeito era um morador da região e que ele realmente havia gravado o vídeo com más intenções.

“Levamos essas queixas muito a sério e gostaríamos de agradecer a todos os que relataram o vídeo para que o problema pudesse ser resolvido”, comentou a polícia.

Doença avança
O caso ocorreu em meio ao alerta da Organização Mundial da Saúde (OMS) de que os EUA podem se tornar o novo epicentro da Covid-19, por conta da grande aceleração de novos casos, que representam cerca de 40% das infecções globais em 24h na terça-feira (24/03).

Hoje, a Europa é o epicentro da doença, tendo a Itália como o país mais atingido pelo novo coronavírus, com mais de 6,8 mil mortes e quase 70 mil pessoas infectadas, superando até o país que foi o primeiro epicentro, a China, onde mais de 3,2 mil pessoas vieram a óbito. Fonte: Metrópoles

 

Vídeo Relacionado

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet