informe o texto

Notícias | Polícia

Rotam descobre festa de aniversário com participação de menores e presidiário em Cuiabá

A equipe militar flagrou a ‘movimentação estranha’ com som alto durante a noite dessa sexta-feira (10) na região do bairro Jardim Eldorado, onde foram presas 9 pessoas,

11 Jul 2020 - 13:10

MT 40 GRAUS

Rotam descobre festa de aniversário com participação de menores e presidiário em Cuiabá

Foram presos 4 homens, 3 mulheres e apreendidos 2 adolescentes.

Foto: Reprodução


Uma equipe da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) prendeu sete pessoas, dois adolescentes e fechou uma festa de aniversário durante a noite dessa sexta-feira (10), regada a álcool e drogas, que acontecia clandestinamente dentro de uma casa no bairro Jardim Eldorado, em Cuiabá.

De acordo com a ocorrência, a Rotam estava em patrulhamento pela região quando perceberam a movimentação no local. Ao se aproximar, ouviram o ‘som alto’ e número de pessoas que configurava aglomeração, o que no momento é proibido por lei em decretos estaduais e municipais, que visa conter o avanço do novo coronavírus e controlar a pandemia da covid-19.

Os militares adentraram a residência, fizeram abordagem a todas as pessoas presentes no local, identificando que dois eram menores de idade e estavam consumindo bebidas alcoólicas. Ainda durante as buscas, foi localizada uma porção de maconha e um triturador de ervas (dichavador), usado para o preparo do cigarro.

Questionados sobre quem seria o dono da droga, ninguém se apresentou.

Em seguida, foram procurados os donos da casa, quando os militares descobriram que na residência moravam dois irmãos e que a festa era em comemoração ao aniversário do irmão mais novo.

Após a identificação dos dois, quando receberam voz de prisão, o irmão mais velho começou a brigar e agredir o ‘aniversariante’, que seria o responsável pela festa.

Além dos irmãos e dos dois adolescentes, mais cinco pessoas foram detidas, sendo mais dois homens e três mulheres. Entre os adultos, foi identificado um presidiário em regime semiaberto, monitorado por tornozeleira eletrônica que estava desligada, descumprindo ordem judicial.

Todos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, onde foram ouvidos pelo delegado de plantão e vão responder por corrupção de menores e desobediência às determinações estaduais e municipais, causando risco à saúde pública.

Fonte: RepórterMT

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet