informe o texto

Notícias | Política

Vitória de Emanuel Pinheiro a prefeito de Cuiabá no 2º turno foi uma das mais apertadas do país

Ele teve 51,15% dos votos válidos e venceu por uma diferença de cerca de 6 mil votos.

30 Nov 2020 - 09:43

MT 40 GRAUS

Vitória de Emanuel Pinheiro a prefeito de Cuiabá no 2º turno foi uma das mais apertadas do país

Emanuel Pinheiro teve vitória apertada no segundo turno — Foto: Marcus Mesquita/Assessoria


A disputa a prefeito de Cuiabá foi uma das mais acirradas do segundo turno do país. Emanuel Pinheiro, do MDB, venceu a eleição desse domingo (29) com apenas 6 mil votos de diferença, o equivalente a menos de 2% que o concorrente, Abilio, do Podemos. O peemedebista recebeu 135.871 votos, um total de 51,15% dos votos válidos.

No entanto, a disputa mais acirrada aconteceu em Taboão da Serra (SP), onde o candidato Aprigio, do Podemos, venceu por apenas 1.695 votos de diferença, com 50,63% do total. Em Mauá (SP), Marcelo Oliveira (PT) teve 50,74% – 2.676 votos a mais do que o segundo lugar. Em São Gonçalo (RJ), Capitão Nelson (AVANTE) ganhou com 50,79% (5.908 votos de diferença) e em Caucaia (CE), Vitor Valim (PROS) venceu com 51,08% (3.543 votos de diferença).

Já Boa Vista (RR) foi a cidade com a vitória mais folgada deste domingo (29): Arthur Henrique (MDB) conseguiu 85,36% dos votos, a maior margem em relação ao segundo colocado.


Prefeito subiu em um trio elétrico após reeleição — Foto: Marcus Mesquita/Assessoria

Depois do resultado da eleição, Emanuel e apoiadores se reuniram na região central. Ele subiu em um trio elétrico e discursou. Houve aglomeração.

Neste domingo, 284.352 eleitores foram às urnas para votar. Destes, 6.325 (2,22%) votaram em branco e 12.379 (4,35%), anularam o voto. Um total de 93.745, que corresponde a 24,79% do total de eleitores aptos a votar no segundo turno, não compareceram aos locais de votação.

No primeiro turno, Emanuel teve 82.367 votos, o correspondente a 30,64% dos votos válidos, e Abilio, 90.631 votos (33,72%), segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Eleito em 2016 para o cargo de prefeito da capital, Emanuel tem 55 anos e é bacharel em direito e deu aula de direito constitucional em uma universidade da capital.

Ele entrou na política aos 23 anos quando foi eleito vereador por Cuiabá.

Em 1994, foi eleito deputado estadual e, em 1998, foi reeleito para cargo. Em 2005, foi secretário municipal de Trânsito e Transportes Urbanos de Cuiabá. Em 2010 e 2014 foi eleito para o cargo de deputado estadual.

Essa é a terceira vez que ele participou da disputa e a 2ª em que sai vitorioso.

No plano de governo, Emanuel promete a inclusão social nas áreas da educação, saúde, assistência social, esporte e lazer, segurança e cultura.

A promessa também é de melhoria na infraestrutura, mobilidade urbana, acessibilidade, segurança integrada na baixada cuiabana com a adequação do sistema viário municipal.

Em relação ao meio ambiente, ele prometeu priorizar a sustentabilidade com a implantação de fontes alternativas de energia e saneamento sustentável.


Fonte: G1-MT

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet