25 de junho de 2022
Esportes

Flamengo sai atrás, mas busca empate contra o Atlético-GO

Depois de uma semana conturbada, com protestos da torcida na porta do Ninho do Urubu  e clima tenso, o Flamengo estreou no Brasileirão 2022 na noite deste sábado (9) com empate por 1 a 1 fora de casa. O time foi a Goiânia, saiu atrás do placar contra o Atlético-GO, mas buscou a igualdade no fim. Wellington Rato fez para o Dragão, e Bruno Henrique empatou, aos 38′ do segundo tempo.

De olho nos argentinos
O Mengão vira a chave mais uma vez e volta a pensar na Libertadores. Na terça-feira (12), pela segunda rodada da fase de grupos, o time da Gávea faz sua primeira partida em casa, contra o Talleres (Argentina), às 21h30, no Maracanã. Pelo Brasileirão, só joga no domingo que vem, dia 17, contra o São Paulo, novamente em casa.

Também na próxima terça e no mesmo horário, o Atlético-GO entrará em campo pela Sul-Americana. O time, que estreou com vitória contra a LDU (Equador) por 4 a 0 em casa, vai até a Argentina para medir força com o Defensa y Justicia pela segunda rodada. Pelo Brasileirão, o Dragão pega o RB Bragantino, no interior paulista, domingo que vem.

O jogo
A situação, que já era de pressão para o Flamengo antes mesmo de a bola rolar, por pouco não ficou ainda pior dois minutos depois do apito inicial. Em sua primeira investida, o Atlético-GO marcou, mas Shaylon, que iniciou a jogada, estava em posição irregular e o impedimento foi marcado.

Após o susto, o Flamengo tomou o controle da partida. Arrascaeta dava o toque de classe no meio de campo e chegou a criar algumas situações de gol. Tanto que, aos 22′, o Fla quase marcou em jogada do seu trio ofensivo. Gabigol tocou de primeira para Arrascaeta, que tentou o cruzamento, mas parou na zaga. Na sobra, Bruno Henrique chutou por cima do travessão.

No fim do primeiro tempo, o Dragão colocou fogo no jogo. Aos 39’, Jorginho deixou Willian Arão no chão e bateu firme, da meia-lua, no canto esquerdo de Hugo, que se esticou para defender. Depois, aos 48’, Marlon Freitas, quase sem ângulo, bateu firme e exigiu reflexo do goleiro flamenguista, que fechou as pernas e desviou para escanteio garantindo o 0 a 0 parcial.

Segundo tempo

A etapa final começou corrida para ambos os lados, já com o Flamengo buscando abrir o placar com pressão. Logo no primeiro minuto, Matheuzinho levou perigo à defesa do Atlético-GO finalizando para fora, após sobra de bola. Aos 3 minutos o Dragão respondeu com Shaylon com chute cruzado, que passou raspando no pé de Wellington Rato.

A partir dos 16’ a partida diminuiu o ritmo, com uma sequência de chutes travados e erros de passes, com o Fla tendo dificuldade em pressionar o adversário. Aos 24’ Mengão voltou a assustar a defesa do Dragão em cobrança de falta de Andreas Pereira, em que David Luiz quase escorou para o gol.

Mas aos 29’, em uma falha na defesa do lado esquerdo, o Flamengo levou o gol. Jorginho encontrou ótimo passe para o lateral Dudu, que chegou com espaço para cruzar para Wellington Rato. O atacante finalizou de esquerda no contrapé de Hugo, sem chance de defesa para o goleiro.

O Mengão pressionou no fim e conseguiu o empate. Aos 38′, Arrascaeta cobrou escanteio na entrada da pequena área e Bruno Henrique se antecipou para cabecear. A bola ainda bateu no travessão, na trave, e entrou: 1 a 1.

O time comandado por Paulo Sousa foi para cima. Aos 42′, Pedro recebeu dentro da área, girou e bateu forte, mas a bola explodiu no travessão após desvio salvador do goleiro Luan Polli.

Aos 49′ foi a vez de o Atlético parar na trave. Léo Pereira puxou contra-ataque pela esquerda e tocou por cobertura na saída de Hugo Souza, mas a bola bateu na trave e não entrou.

Apesar dos 7 minutos de acréscimo, o placar seguiu igual até o apito final do árbitro.

FICHA TÉCNICA
Atlético-GO 1 x 1 Flamengo
Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Data e Hora: Sábado (9/4), às 19h (de Brasília)

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC/Fifa)
Auxiliares de Arbitragem: Alex dos Santos e Thiaggo Americano Labes (ambos de SC)
VAR: Rodrigo D Alonso Ferreira (SC)

Cartões amarelos: Léo Pereira (Atlético-GO); Marlon Freitas (Atlético-GO); Jorginho (Atlético-GO); David Luiz (Flamengo).

Gols: Wellington Rato, aos 29’/2ºT (Atlético-GO); Bruno Henrique, aos 39’/2ºT (Flamengo)

ATLÉTICO-GO: Luan Polli; Dudu, Wanderson, Edson e Jefferson; Marlon Freitas, Gabriel Baralhas e Jorginho (Rickson); Shaylon (Hayner), Léo Pereira e Wellington Rato (Churín). Técnico: Umberto Louzer.

FLAMENGO: Hugo Souza; Matheuzinho (Lazaro), Willian Arão, David Luiz e Léo Pereira; João Gomes, Thiago Maia (Everton Ribeiro), Andreas Pereira (Pedro) e Arrascaeta (Diego); Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Paulo Souza.

Fonte: Esportes R7

Posts Relacionados

Deixe uma resposta