25 de junho de 2022
Destaques Política

Mauro vê resistência nos Estados em candidato consenso do União Brasil, MDB e PSDB

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (União Brasil), em entrevista à imprensa, avaliou que qualquer decisão dos partidos União Brasil, MDB, PSDB e Cidadania em torno de um candidato consenso causará resistência nos Estados.

Segundo o governador, a definição de um nome em âmbito federal irá causar uma tensão por acordos já firmados e construção de chapas já montadas. Ele não acredita nas propostas articuladas pelas siglas.

“Eu não estou acompanhando essa movimentação no cenário nacional, mas, depois de um esforço gigantesco, que todos os Estados fizeram, nós fizemos aqui, o MDB fez, o União Brasil fez, para montar suas chapas estadual e federal, uma eventual mudança disso, de plano cenário nacional, vai encontrar seguramente resistência em praticamente todos os Estados”, declarou Mendes.

Eu, pela lógica e pelo bom senso, não acredito que isso possa acontecer

A declaração foi em razão das conversações entre os líderes partidários em âmbito nacional, que definem em 18 de maio um candidato único para a disputa da Presidência da República. O PSDB tem como pré-candidato à Presidência, o ex-governador de São Paulo, João Doria e o MDB apresenta senadora do Mato Grosso do Sul, Simone Tebet (MDB).

Mauro que já destacou em entrevistas anteriores aproximação de seu Governo com a pré-candidatura à reeleição presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), desta vez, preferiu não emitir opinião sobre os nomes apresentados. “Eu tenho procurado ficar um pouco fora neste momento, não tenho nenhuma opinião formada porque é muito cedo né, para dizer quem vai ser ou não vai ser candidato, vamos esperar um pouco mais, vamos esperar as definições concretas, um cenário verdadeiro, para eu poder, talvez, emitir uma opinião”, encerrou.

Fonte: Vgn Notícias

Posts Relacionados

Deixe uma resposta