14 de agosto de 2022
Destaques Notícias

Mato-grossense fratura pescoço na Espanha e família pede ajuda

O mato-grossense Enoque Bispo de Oliveira está pedindo doações para custear o tratamento médico do filho, Júlio Cezar Oliveira Poquiviqui, que fraturou duas vertebras ao sofrer um acidente de trabalho na Espanha.

Enoque relatou ao MidiaNews que criou uma “vakinha” online para tentar arrecadar R$ 150 mil e assim pagar o tratamento em Madri, onde ele está internado desde o dia 1º de abril.

O pai contou que Júlio Cesar se mudou para a Europa no final de 2019 para tentar ter uma melhor qualidade de vida. Lá, trabalha em uma empresa de poda de árvores e o acidente ocorreu durante o expediente.

O mato-grossense, que antes morava em Pontes e Lacerda, estava cortando árvores quando um dos galhos retirados por um dos colegas caiu em sua cabeça.

PUBLICIDADE

“Caiu um galho de árvore em cima da cabeça dele enquanto ele estava de capacete, resvalou na clavícula e atingiu duas vertebras do pescoço”, explicou o pai.

Ele não tem previsão de sair do hospital, então peço ajuda de doação para a gente conseguir custear esse tratamento, porque lá é tudo mais caro

No mesmo dia, Júlio precisou ser internado em Madri e passou dois dias sedados para evitar qualquer movimento que pudesse piorar a situação da coluna.

Depois de voltar a consciência, o mato-grossense começou o tratamento de fisioterapia para recuperar os movimentos dos membros superiores e inferiores.

Apesar de estar recebendo ajuda de conhecidos em Madri, a família afirma que não tem condições de bancar os custos do hospital europeu. Segundo Enoque, todo o tratamento é particular e deve ser pago em Euro, que na cotação atual vale R$ 5,07.

“Ele não tem previsão de sair do hospital, então peço ajuda de doação para a gente conseguir custear esse tratamento, porque lá é tudo mais caro e não temos condições de bancar com a despesa total dele”, afirma.

Em recuperação

Atualmente o pai relata que Júlio Cesar vem se recuperando bem do acidente de trabalho e já consegue movimentar parte dos membros, porém ainda é necessário que fique mais tempo no hospital para que a evolução seja acompanhada.

Aqueles que puderem ajudar a família podem contribuir pelo link da “vakinha” ou pelas contas disponíveis:

Banco: 748 – Sicredi

Agência: 0805

Conta 1032010-0

Pix: 65996699346

Fonte: Mídia News

Posts Relacionados

Deixe uma resposta