14 de agosto de 2022
Destaques Política

Gallo critica política de preços da Petrobras e diz que Mendes manterá redução do ICMS sobre o diesel

O secretário-chefe da Casa Civil, Rogério Gallo, afirmou que os governadores, entre eles o Mauro Mendes (União Brasil), estão adotando medidas para conter o valor do diesel e baratear o preço dos produtos, sobretudo da cesta básica, sendo urgente rever a política de preços praticados da Petrobras.

Em janeiro deste ano, lembrou ele, começou a valer a medida do governo estadual que reduziu em até 17% a alíquota do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o diesel.

Gallo explicou que a medida fez com que o preço do litro do diesel caísse até 30 centavos de reais. “Isso é uma contribuição que os governos estaduais estão dando para conter o valor do diesel, de modo que não se pode mais atribuir à política tributária a responsabilidade pelo crescimento do valor das bombas”, disse ele. O secretário acrescentou que “a gora, temos que encontrar de fato quais são os fatores conjunturais e estruturais que levam a variação de preços, tão absurda nas bombas, que prejudica tanto o bolso do cidadão”, afirmou.

Ele declarou que o diesel está relacionado a todos os produtos que são consumidos, principalmente da cesta básica, e a elevação do preço do combustível reflete diretamente na “mesa do trabalhador”, com elevação do preço do arroz, feijão, entre outros.

“Subiu muito o diesel, sobe também o preço dos produtos, especialmente da cesta básica – e isso tira dinheiro do bolso do cidadão. Portanto, precisamos tocar efetivamente na causa do problema que não é política tributária, e sim política de preços da Petrobras”, destacou.

Ao final, Gallo garantiu que em Mato Grosso até dezembro não haverá elevação do imposto cobrado do combustível. “Não vai subir. Nosso imposto é exatamente o está garantido. Até dezembro 31 de dezembro de 2022, o tributo que cobramos em relação ao diesel será exatamente o mesmo de 01 de novembro de 2021”.

Fonte: Vgn Notícias

Posts Relacionados

Deixe uma resposta