25 de junho de 2022
Cidades Destaques

Lucas do Rio Verde confirma caso de raiva em morcego e alerta sobre cuidados

Vigilância Sanitária do município de Lucas do Rio Verde (354 km de Cuiabá) confirmou um caso de raiva em morcego encontrado em uma casa no bairro Pioneiro.

Após a constatação, a Secretaria Municipal de Saúde emitiu um alerta epidemiológico para a rede estadual de saúde e entidades de saúde animal.

A análise do exame foi feita pelo Laboratório de Apoio à Saúde Animal, do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea-MT).

 

A Secretaria de Saúde do município também alertou a população sobre os cuidados que devem ser adotados

 

– É muito importante que cães e gatos domiciliados estejam vacinados contra a raiva.

  • Se encontrar um morcego, não toque no animal e nem deixe que outras pessoas ou animais se aproximem.

  • Isole o morcego em um recipiente para evitar fugas: utilize baldes ou caixas.

– Entre em contato com a Vigilância Sanitária pelos telefones: (65)3548-2507 ou (65) 99226-7392.

 

“A raiva humana é uma das infecções mais antigas e temidas. É transmitida ao homem quando a saliva do animal infectado entra em contato com a pele lesionada ou mucosa, por meio de mordida, arranhão ou lambedura do animal. Orientamos que, em caso de possível exposição ao vírus da raiva e/ou contato com o animal, deve-se lavar imediatamente o local com água e sabão e procurar uma unidade de saúde para atendimento, se necessário, aplicação de vacina ou soro antirrábico”, destacou a supervisora da Vigilância em Saúde, Claudia Engelmann.

 

Morcegos são animais com hábitos noturnos, entretanto, o que chamou a atenção da Secretaria neste caso registrado no bairro Pioneiro é que o morcego foi encontrado durante o dia, tentando morder um animal doméstico.

 

Outro morcego encontrado morto foi enviado para análise no laboratório.
Conforme a Vigilância, cada situação de contato deve ser avaliada pela equipe da Saúde.

 

Em Lucas do Rio Verde, não havia registros de raiva em morcego, tendo sido diagnosticado apenas um caso positivo de raiva em bovino no ano de 2019. Vigilância Sanitária: (65) 3548-2507 ou (65) 99226-7392

Fonte: Gazeta Digital

Posts Relacionados

Deixe uma resposta