13 de agosto de 2022
Destaques Economia

Junho começa com cesta básica mais cara em Mato Grosso; tomate é o item que mais subiu

O mês de junho iniciou com aumento no custo da cesta básica cobrado em Cuiabá. A alta de 0,22% fez o valor atingir R$ 696,76 contra R$ 695,25 apontado na última semana de maio, segundo o Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio Mato Grosso (IPF-MT).

A elevação no preço já é a segunda consecutiva, afastando-se, assim, do menor valor já registrado pelo IPF-MT, de R$ 691,93, apurado na terceira semana de maio.

O diretor de pesquisas do IPF-MT e superintendente da Fecomércio-MT, Igor Cunha, destacou a alta no valor da cesta, apesar de a maioria dos itens registrarem diminuição. “Nesta semana, cerca de 70% dos produtos tiveram redução, mas os produtos que demostraram crescimento se sobressaem aos produtos que registraram queda”.

O tomate apresentou a maior variação positiva, de 20,8%, interrompendo uma sequência de queda registrada desde a terceira semana de abril. Além deste item, a manteiga também apresentou alta, resultando em uma variação de 9%.

Ainda segundo Igor Cunha, o clima refletiu tanto de forma positiva quanto negativa no valor dos produtos. “A elevação no custo do tomate pode estar associada com a baixa temperatura em todo o país, resultando em uma redução na maduração do fruto. Já a banana, que registrou uma queda de 9,9% no seu preço, também sofreu interferência da baixa temperatura, o que fez interferir na qualidade do produto, reduzindo o valor”, afirmou.

De acordo com análise do IPF-MT, o cenário econômico do país, mesmo com as atuais condições inflacionárias e o conflito entre Rússia e Ucrânia, tem apresentado evidências de crescimento no consumo. Isso faz com que a economia circule, mantendo mais estável as relações de preços, como é o caso da alimentação, que passa a demonstrar certa estabilidade nesse período.

 

Fonte: Gazeta Digital

Posts Relacionados

Deixe uma resposta