25 de junho de 2022
Destaques Política

Kalil conhece “modelo tecnológico” desenvolvido em Santa Catarina e articula vinda de empresas para VG

Buscando investimentos e inovações para Várzea Grande, o prefeito Kalil Baracat (MDB) visitou nesta quinta-feira (02.06) a mais antiga unidade de um Parque Tecnológico no Brasil, a Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE), situada em Florianópolis, Santa Catarina.

O prefeito Kalil, em companhia dos secretários municipais, de Governo, Benedito Gonçalo de Figueiredo e de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Turismo, Charles Caetano e do empresário, Juarez Ductievicz, proprietário da região do Chapéu do Sol, foram recebidos pelo diretor Executivo da ACATE, Gabriel Sant’Ana Palma Santos e Roberta Machado da área comercial.

Na unidade, Kalil conheceu a realidade tecnológica de Santa Catarina e os projetos incubados e as amplas possibilidades de colocar os mesmos em prática em Várzea Grande, atendendo a demanda hoje reprimida por setores economicamente ativos, principalmente o agronegócio.

“Estamos indo atrás daqueles que manifestaram interesse em vir para Mato Grosso e mesmo para aqueles que ainda não conhecem as nossas potencialidades para despertar o interesse e trazer novos investidores, novos parceiros. Como temos encontrado reciprocidade do Governo Mauro Mendes (União), que pode conceder os melhores incentivos, estamos literalmente garimpando, prospectando novos negócios”, disse Kalil Baracat.

Ainda, durante a visita à Associação Catarinense, o prefeito citou que mesmo a estrutura do Parque Tecnológico não estando completa, o Governo do Estado e Prefeitura irão colocar em funcionamento as primeiras indústrias e empresas no local.

Recentemente o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso, Maurício Munhoz confirmou ao prefeito Kalil Baracat que a gigante chinesa Xuzhou Construction Machinery Group (XCMG), quinta maior do mundo na fabricação de máquinas pesadas para construção civil, que hoje é que mais gera emprego e renda no Brasil, vai marcar o início das atividades empresariais no Parque Tecnológico de Mato Grosso.

O mesmo grupo instalou sua primeira linha de produção fora da China em Pouso Alegre, Minas Gerais, que deverá ser a segunda etapa do que o prefeito Kalil Baracat considera como a Caravana de Prospecção de novos Investimentos para Várzea Grande.

A ACATE tem 35 anos de existência e atuação em todo o Estado de Santa Catarina, e Várzea Grande quer absorver o know-how dela para acelerar o Parque Tecnológico em Mato Grosso e absorver a grande necessidade que tem se notado devido ao crescimento econômico ligado ao agronegócio e a industrialização.

“As palavras de ordem são inovar e empreender e aquilo que estiver ao nosso alcance nós vamos fazer, acelerar o desenvolvimento e a chegada de novos parceiros, gerando emprego e renda”, disse Kalil.

O prefeito disse ter ficado satisfeito e principalmente impressionado com as inovações empreendidas em Santa Catarina e abriu conversações para ver como a ACATE pode ajudar e acelerar a chegada de empresas e indústrias no Parque Tecnológico e fomentar ainda mais o Polo Educacional, outra frente em implantação e vai potencializar a prestação de serviços na segunda maior cidade de Mato Grosso.

Fonte: Vgn Notícias

Posts Relacionados