25 de junho de 2022
Esportes

No primeiro confronto da final, Celtics bate Warriors na final da NBA

O Boston Celtics bateu o Golden State Warriors por 120 a 108 e saiu na frente no primeiro jogo das finais com uma virada incrível no último quarto. Nem mesmo os 34 pontos de Stephen Curry, cestinha da partida, bastaram para conter o ímpeto da equipe de Boston que contou uma grande partida de Al Horford, com 26 pontos em sua primeira partida de finais na carreira.

Com um Chase Center pulsante e sob a batuta do inspirado de Curry, o Golden State Warriors teve um primeiro quarto superior, com 32 a 28 no placar. O camisa 30, inclusive, chegou à expressiva marca de 21 pontos anotados no período e desestabilizou a defesa do Boston Celtics.

No segundo quarto, porém, a tônica do jogo foi alterada. Com Curry mais apagado, a equipe de Boston encaixou a marcação nas estrelas do Golden State Warriors e tomou para si o domínio no placar. Mesmo sem ter um destaque ofensivo, os comandados de Ime Udoka conseguiram a vantagem no placar: 56 a 54 para o Boston Celtics.

Já no terceiro quarto da partida, o Golden State Warriors voltou a brilhar. Congestionando o garrafão e forçando o Boston Celtics a arriscar de média e distância e consequentemente errar, a equipe tomou a dianteira do placar. Curry voltou à rotação do primeiro quarto e comandou o período da equipe, que terminou com a vantagem de 92 a 80.

No último quarto, o placar foi um sonoro 39 a 13. No fim, a equipe de Boston venceu por 120 a 108 e liquidou a série invicta do rival nos playoffs desta temporada. Jaylen Brown teve 24 pontos e 5 rebotes em noite apagada de Jayson Tatum.

“Isso é o que temos sido durante todo o ano: duros, fortes, um grupo resiliente”, disse o técnico novato do Celtics, Ime Udoka, a repórteres.

Talvez a melhor notícia para o Celtics seja que eles conseguiram vencer apesar de Tatum ter marcado 12 pontos em 3 de 17 arremessos. “Não esperamos que a Tatum tenha uma noite tão difícil como essa novamente”, disse Udoka.

O técnico dos Warriors, Steve Kerr, disse que os Warriors precisarão ser melhores em encerrar os jogos se quiserem impedir que o Boston pendure um banner do 18º campeonato, recorde da NBA. “Eles entraram e jogaram um quarto período sem erros e é tão simples quanto isso.”

Fonte: Vgn Notícias

Posts Relacionados