25 de junho de 2022
Destaques Policial

Botelho convoca audiência e diz que pedágio na BR-163 é surrupiar dinheiro da população

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL/MT), Eduardo Botelho (União) cobra a duplicação da BR-163, em um trecho de 453 km, previsto no contrato de concessão firmado entre o Governo Federal e a concessionária Rota do Oeste.

Para debater o assunto, ele marcou uma audiência pública, para 21 de junho, às 09h, na Câmara de Vereadores de Lucas do Rio Verde (a 360 km de Cuiabá).

A principal reclamação de Botelho é pela continuidade na cobrança de pedágio, sem que o concessionário execute a dublicação da rodovia.

“É uma cobrança de toda população que utiliza essa BR e os valores que estão cobrando nesses pedágios são astronômicos, eles já arrecadaram muito dinheiro e não se fez nada e continua cobrando e não se fazendo nada e a população está inerte aceitando esse abuso”, declarou Botelho.

O parlamentar afirmou que a continuidade na cobrança de pedágio “o que eles (Rota do Oeste) estão fazendo, surrupiando o dinheiro da população. A rodovia federal em um acordo amigável foi devolvida pela concessionária Rota do Oeste a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e até o momento, também são discutidas a possibilidade de uma estadualização da rodovia federal.

“Então não dá para continuar! Então tem que tomar posição e essa discussão vai ser nesse sentido, tomar uma posição mais dura, que chame atenção nacional, que chame atenção de Brasília, daqueles que estão parados e não fazem nada para resolver essa questão da BR”, destacou.

Serão convidados para debater a concessão da BR-163, o governador do Estado de Mato Grosso, Mauro Mendes (União), o secretário Estadual de Infraestrutura de Mato Grosso, Representante da ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres, Representante do Ministério Público Federal de Mato Grosso, senadores, deputados federais, estaduais, prefeitos municipais de Cuiabá, Várzea Grande, Jangada, Diamantino, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Vera e Sinop, bem como vereadores das Câmaras Municipais de Cuiabá, Várzea Grande, Jangada, Diamantino, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Vera e Sinop.

Fonte: Vgn Notícias

Posts Relacionados