27 de junho de 2022
Destaques Política

Russi anuncia restrição do uso de aeronave da AL em resolução após recesso legislativo

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Max Russi(PSB), revelou na tarde desta quarta-feira (15.06) que passado o recesso, que começa a 25 de julho e vai até 10 de agosto deste ano, a  Mesa Diretoria vai restringir o uso da aeronave Assembleia Legislativa.

A aeronave ficará estacionada no hangar do governo durante todo o período eleitoral. Uma eventual decolagem com parlamentares só se for uma pauta fora da campanha e de extrema urgência. Essa medida ainda não está formalizada, mas será editada portaria nesse sentido.

Max não relacionou a ideia de criar normas para utilização do avião ao fato de o deputado Thiago Silva (MDB) ter sido criticado por ter solicitado o avião para levar pessoas que não eram servidores do poder e não tinham agenda pública. Conforme a denúncia, foi carona mesmo. “Mas por enquanto, trata-se de uma denúncia que vem sendo apurada”, enfatizou.

Ele disse que a AL pretende editar uma outra portaria ou resolução disciplinando o uso de aeronaves para o interior,  para que a exceção não se torne uma regra. “Quem tiver agenda com eleitores ou outro compromisso que pareça agenda pessoal terá que ir de automóvel. O avião será para pautas oficiais e importantes”, afirmou.

“A medida já vinha sendo elaborada, não tendo nada a ver com denúncia. Aliás, foi uma denúncia que estamos apurando”, disse ele.

Entre as restrições, destaca-se que suspende em definitivo os voos no período eleitoral, a menos que seja uma pauta de urgência, que será avaliada, segundo ele. Em outro ponto, o deputado poderá levar convidados, desde que seja comprovada a necessidade das outras pessoas em determinado evento oficial, mas em quaisquer situações o parlamentar solicitante terá que estar na lista de passageiros.

A AL faz uso de aeronaves para agendas pelo interior, através de um contrato com uma empresa terceirizada

Fonte: Vgn Notícias

Posts Relacionados